Descubra a Tailândia: dicas de quem já conheceu esse destino

14 Out 2019

Por Parktur

Em março deste ano, a nossa consultora de viagens e guia de turismo de Santo Ângelo, Débora Furtado, viajou com a gente para Tailândia e ela conta tudo sobre essa experiência incrível.

 

Como tudo começou?

 

Débora: Em março de 2019 passei por uma das experiências mais incríveis da minha vida que foi conhecer a Tailândia, um destino fantástico com um misto perfeito entre cultura, hedonismo e exotismo. Viajei com um grupo de 11 pessoas, todos profissionais do turismo. Vários já conheciam o destino e mesmo assim optaram por repetir.

 

Não é a toa que é o país campeão em turismo no sudeste Asiático

 

 

Quais foram as melhores experiências dessa viagem e o que você recomendaria para quem vai à Tailândia?

 

Débora:  Recomendo estar preparado para uma surpreendente imersão cultural, gastronômica e espiritual. É difícil listar as melhores experiências porque realmente foram inúmeras, mas separei três que acho importante destacar:

 

- Por ser um país onde 90% do população é budista - e expõe a sua espiritualidade à flor da pele - o passeio em cidades sagradas como Ayutthaya (antiga capital), Chiang Mai , Chiang Rai. Elas possuem templos lindos e curiosos, carregados em riqueza e beleza.

 

- Bangcoc realmente é uma das metrópoles mais fascinantes do planeta. Entre templos, arranha-céus e luzes de neon quero dar destaque a KHAO SAN ROAD a rua mais famosa - graças ao filme “A Praia” - e que nunca dorme. Ela vai se transformando da calmaria do dia ao fervo da noite onde é possível fazer uma massagem tailandesa, comer insetos e sentar em bares e restaurantes.

 

- E o Sirocco Sky Bar, que é um bar panorâmico e proporciona uma vista de 270º de Bangcoc, ele foi cenário do filme “Se Beber Não Case”.

 

Bônus: quem vai a Tailândia não pode deixar de andar de Tuk Tuk e comer um Phad Thai.



Quais passeios você acha que são obrigatórios para quem vai à Tailândia?

 

Débora:  Vou listar alguns dos principais templos e dividir a viagem em duas partes, uma com as Ilhas e praias paradisíacas e a outra com Bangcoc e cidades sagradas e templos.

 

- Visita a um santuário de elefantes, ter uma experiência com eles é algo inexplicável;

- Conhecer as Ilhas Ko Phi Phi e Ko Tao;

- Tribos Karen - Mulheres Girafas;

- Jantar em um Cruzeiro no Rio Chao Phraya.

 

 

Quais dicas você daria para quem pretende fazer essa mesma viagem?

 

Débora: Sempre procure a consultoria de um profissional para auxiliar nos preparativos e ser um facilitador. Isso vai evitar que o seu sonho se torne um pesadelo. Existem detalhes que somente um profissional qualificado tem conhecimento e pode cuidar para você.

 

Especificamente na Tailândia, onde pouquíssimos guias falam português, procure estar assessorados por um receptivo local qualificado e com facilidade na comunicação. Isso garante 60% da sua viagem.

 

Durante os passeios esteja sempre atento aos locais e a forma como tratam as atrações. Se for ver elefantes, por exemplo, observe se os animais não sofrem com maus tratos, etc.

 

Sobre os valores, se comparado a Europa, as coisas lá são muito baratas. As despesas com refeições e passeios equivalem ao preço que pagamos aqui no Brasil e, às vezes, elas são até mais em conta.



E aí, curtiu as dicas da Débora? Você pode fazer o mesmo passeio com a gente. Fale com um de nossos representantes. Conheça lugares especiais e vivencie momentos únicos e inesquecíveis com a gente!